Desencanto em fuga

mkitaoka_6546

A cama impecável de espera. As roupas que agora moravam no criado e os antibrinquedos de tão parados. Pousada na porta, ela se vertia em lágrimas, em memórias daquele que agora era busca e espera. Remoía o último diálogo incompleto, em véspera da noite que se deu a fuga.

– mãe, posso fazer balé?

A mãe nem respondeu, entretida buscando resquícios de poeira deixada pela Imprestável – apelido de alguma faxineira esporádica -, contou até dez, respirou fundo e se pôs a espanar o pó quase invisível a todos os outros seres. A empreita não a permitia notar o pequeno rodando e fazendo piruetas que passavam de um metro do chão e com pousos certeiros. Na cabeça dele era muito mais: como rodar entre estrelas, em tempo desconhecido e com música imaginada.

Quem olhasse de longe, perceberia que o espaço entre os dois não era muito. Mas absortos mundos próprios dentro de suas respectivas tarefas vulgares formavam-se vales, rios, penhascos, oceanos. De uma distância que régua nenhuma mede. Enquanto ela arrumava os bibelôs equidistantes num tabuleiro imaginário, o pequeno via o cetim do collant refletir o sol em seu corpo magro e ofuscar toda visão de passado, de presente, de futuro e a sentença de não se sentir aberração por querer ser bailarino, como tantas vezes a mãe repetira.

Entre si, eram anulados. Ela limpava, ele dançava.

Pela porta da frente fugiu das zombarias. De ser chamado de fresco apenas por ser o que queria. Fugiu na ponta dos pés, em cortina de vento e luz ausente de lua nova. Voltaria aos olhos curiosos de uma mãe cujo amor sempre se exibiu por linhas tortas, precário: ela juntara por meses o dinheiro para ver a estreia do único amor de sua vida no palco do teatro municipal. Ela seguia limpando: lágrimas, sem ser notada. Ele dançava sob luzes maiores, mas só se iluminou trêmulo ao enxergar as rugas da mãe na plateia. Se conheceram.

* pitadas solares por Leo Coutinho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s